Este ano há mais de 300 praias com Bandeira Azul

oligator83 / Flickr

Praia do Guincho, em Cascais

Este ano são 332 as praias portuguesas que vão receber a Bandeira Azul, símbolo de qualidade ambiental, mais 12 do que no ano passado.

O programa abrange praias costeiras e fluviais, assim como portos de recreio e marinas, além de embarcações ecoturísticas.

A Bandeira Azul vai ser hasteada em 332 praias (299 costeiras e 33 fluviais), mais 12 do que no ano passado. O galardão ultrapassa novamente as mais de 300 praias, representando mais de 55% da totalidade das praias portuguesas.

As cerimónias oficiais de hastear das primeiras Bandeiras Azuis de 2018 irão decorrer designadamente na praia Torreira, no concelho de Murtosa, que representa o Centro do país no dia 1 de junho, na praia fluvial de Monsaraz em Reguengos de Monsaraz, no Alentejo, a 4 de junho e na Marina de Gaia, em Vila Nova de Gaia, no dia 19 de junho.

Os concelhos de Albufeira e de Vila Nova de Gaia, com 25 e 18 respetivamente, são aqueles onde existem mais praias distinguidas.

Em 2018 apenas uma praia saiu da lista: a de Poço dos Frades, em São Jorge, nos Açores. A lista conta também com uma nova praia, a de Azenhas, em Vilar de Mouros, e quatro reentradas: a Praia Azul (Conchinha) em Matosinhos, e a Praia da Senhora, na Boa Nova, também em Matosinhos, reentraram no Norte. A Louçainha reentrou no Centro e a do Pintadinho reentrou no Algarve.

Nos Açores, reentraram quarto praias, a da Piscina do Cais, Furna de Santo António, Silveira e Quatro Ribeiras, e na Madeira reentrou a Praia da Ribeira Brava.

Este ano, o Programa Bandeira Azul é dedicado ao tema “O mar que respiramos“, uma vez que 50% do dióxido de carbono lançado na atmosfera é absorvido pelos oceanos e 70% do oxigénio da Terra é produzido pelo plâncton marinho, explica a associação.

ZAP //

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here