“Uma espécie de destino”. Alpinista sem pernas sobe ao Monte Evereste

Um alpinista chinês de 69 anos, que tem ambas as pernas amputadas, conseguiu chegar ao topo do Evereste, esta segunda-feira.

Esta segunda-feira, Xia Boyu, um chinês de 69 anos, realizou o sonho de subir os 8.848 metros do cume dos Himalaias, mesmo com os membros inferiores amputados.

Mas esta não é a primeira vez que tenta fazer esta proeza. Em 1975, Xia Boyu integrou uma equipa chinesa que subiu o Monte Evereste. Contudo, quando se encontrava na chamada “zona de morte” no caminho que leva ao topo, a mais de oito mil metros de altitude, sofreu uma tempestade.

Exposto a temperaturas demasiado baixas durante três noites e com falta de oxigénio por ter emprestado a sua manta de aquecimento a um colega, o alpinista sofreu hipotermia grave, tendo perdido ambos os pés com apenas 25 anos de idade.

Anos mais tarde, em 1996, Xia Boyu ficou sem a parte inferior das pernas na sequências de um linfoma, um tipo de cancro nas células do sangue.

A saúde não o convenceu a parar e em 2014 Boyu decidiu voltar ao Monte Evereste. No entanto, não o conseguiu subir devido a uma avalanche que custou a vida a 16 sherpas – que guiam os alpinistas. No ano seguinte voltou a tentar, mas o terramoto de 7.8 na escala de Ritcher que abalou o Nepal proibiu a subida de alpinistas.

Na sua última tentativa, em 2016, Xia Boyu ficou a apenas 200 metros do seu objetivo, antes de o mau tempo o obrigar a voltar para trás. “O meu sonho é escalar o Monte Evereste. Tenho de o fazer. É um desafio pessoal, uma espécie de destino“, afirmou no mês passado à AFP.

Também este ano, Xia Boyu quase foi impedido, não pelos problemas físicos, mas por uma proibição imposta pelo Governo do Nepal. Num polémico conjunto de normas, o Governo proibiu a subida ao Evereste de pessoas amputadas, cegas ou que viagem sozinhas.

This is how our double amputee, Mr Xia Boyu cross the ladders. Mr 夏伯渝 will attempt to Everest Summit next week

Publicado por Mingma G em Sábado, 5 de Maio de 2018

Mas às 8h26 da manhã desta segunda-feira no Nepal (3h41 da madrugada em Lisboa), o chinês realizou finalmente o seu sonho. “Xia Boyu chegou ao cume esta manhã com outros sete membros de sua expedição”, confirmou o sherpa Dawa Futi, citado pela revista Sábado.

Xia Boyu junta-se ao neozelandês Mark Inglis e ao equatoriano Santiago Quintero, os únicos duplos amputados que tinham conseguido, até agora, chegar ao topo do mundo.

Este ano, são mais de 500 os alpinistas que vão alinhar na mesma aventura e tentar subir o Monte Evereste.

ZAP //

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here