Arhus na Dinamarca, “a grande cidade mais pequena do mundo”

sel283

Aarhus é a segunda maior e uma das mais antigas cidades na Dinamarca. É uma cidade vibrante devido, em grande parte, à enorme quantidade de estudantes que frequentam a Universidade da cidade. A cidade tem um centro com muitas ruas pedestres de compras, muitos museus de qualidade e muitos restaurantes excelentes.

carregue no play para ver fotos

Aarhus é um centro para educação sobre a península da Jutlândia. O relativamente grande fluxo de pessoas jovens e estudantes cria uma base natural para atividades culturais. Há muitos cafés e restaurantes, bem como discotecas, cinemas, museus, parques de diversões e vários outros locais de entretenimento.

Todos os anos a cidade hospeda diversos festivais e concertos, incluindo o Festival Internacional de Jazz de Aarhus e Aarhus Festuge, a maior festa na Escandinávia, realizada na primeira semana de setembro.

Uma grande atração turística em Aarhus é The Old Town (dinamarquês: Den Gamle By), que não é uma parte velha da cidade mas sim uma coleção de edifícios históricos dinamarqueses. A cidade também abriga o Parque de Diversões Tivoli Friheden.

Locais de interesse arquitetónico incluem a Catedral do século XIII no centro da cidade, Århus Domkirke. É a catedral mais alta na Dinamarca e a segunda maior da Europa do Norte. A Prefeitura de Aarhus é um edifício com um design único, desenhado pelo arquiteto Arne Jacobsen, localizada no centro da cidade.

Existem muitos museus espalhados pela cidade sendo ARoS o mais recente e o maior com exposições de arte contemporânea. Outros museus incluem Aarhus Kunstbygning também principalmente com arte contemporânea, Frihedsmuseet que foca o movimento de ocupação e resistência durante a Segunda Guerra Mundial e Kvindemuseet, principalmente mostrando a cultura e a história feminista.

A cidade é comummente referida como “The world’s smallest big city” (a grande cidade mais pequena do mundo), refletindo o facto de que a cidade tem tudo o que uma cidade precisa, apesar de não ser uma grande metrópole.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here