Casa segura: 15 dicas para que viaje descansado. Não deixe de as verificar.

Foto de cadeado em porta.

Kurt Groetsch

Chegada a época de férias todos anseiam poder relaxar e usufruir de maravilhosos dias, seja na praia ou no campo, com sol ou neve. Este é um dos momentos mais esperado por todos. Por isso, e para que esses momentos não sejam estragados veja estas 15 dicas para deixar a sua casa segura. Verifique-as e depois deixe a sua com um comentário.

[toc]

Dias de relaxamento, diversão e lazer, mas que deverão ser bem planeados.

Este planeamento não deve apenas incidir na viagem em si, mas estender-se também a aspetos muitas vezes descurados, mas que na prática detêm grande relevância, tais como: delinear quais as melhores medidas a seguir para garantir que a sua casa ficará em segurança durante a sua ausência.

Hoje em dia as redes sociais são escolhidas por muitos utilizadores como o local onde divulgam o destino das suas férias e até o período em que estarão ausentes, apesar de poder ser uma ação que deriva do entusiasmo e felicidade, será seguro divulgar tais informações? As janelas devem ficar abertas ou fechadas? As luzes devem permanecer acesas ou apagadas?

Pequenas grandes questões, cuja resposta poderá contribuir em muito para que possa usufruir dos seus dias de descanso sem preocupações e sem más notícias, que o levem a ter que interromper as suas férias.

Na verdade, deixar a casa fechada e sozinha poderá revelar-se inquietante, como tal ter em conta uma série de comportamentos e atitudes preventivas não será demais.

Afinal, ninguém deseja ser vítima de assalto, ou qualquer tipo de vandalismo e para o evitar a prevenção será, sem dúvida, a melhor arma.

Se vai de férias e não sabe quais a melhore forma de manter a sua casa segura aqui ficam algumas sugestões importantes para a segurança da casa durante a sua ausência.

#1 Acessos

Antes de sair confira se todas as entradas de acesso à casa se encontram bem fechadas, nomeadamente janelas e portas.

#2 Alarme

Instale um sistema de alarme, ou caso já possua um verifique se se encontra a funcionar na perfeição. Não se esqueça de o ativar antes de se ausentar.

#3 Aparelhos elétricos

Assegure-se de que todos os aparelhos elétricos ficam desligados, é uma forma de poupar energia e de prevenir danos em caso de uma descarga elétrica. O mesmo deverá ser feito com o gás e a água.

#4 Sinais de ausência

É desaconselhável deixar sinais visíveis que denotem que a sua casa está desocupada, como tal será prudente que algum vizinho, amigo ou familiar se encarregue de tratar da correspondência num intervalo de tempo que não exceda os três dias.

#5 Chaves de reserva

Se pretende deixar umas chaves de reserva, não as deixe escondidas nas proximidades da casa. Exclua a tradicional hipótese de as deixar debaixo do tapete e até mesmo de as deixar no vaso das flores, opte por deixá-las com alguém de confiança.

#6 Descrição

Não comente com ninguém desconhecido, nem em locais públicos, nem nas redes sociais, que estará ausente durante um período de tempo, nem deixe notas explícitas do dia em que voltará de férias.

#7 Objetos de valor

Evite deixar em casa objetos com muito valor ou documentos de extrema importância. Inventarie os seus bens mais valiosos através do recurso a fotografias e registe os seus números de série.

#8 Campainha

Desligue a campainha, pois poderá uma forma de possíveis assaltantes testarem se alguém se encontra em casa.

#9 Deixar informações e contactos

Poderá ser útil deixar a um familiar, amigo ou vizinho de confiança o local onde estará de férias e um contacto para o caso de surgir alguma eventualidade.

#10 Luzes programáveis e temporizadores

A instalação de luzes programáveis poderá revelar-se útil, visto que conferirão à sua casa um ambiente de movimento quando anoitece, o que diminuirá as suspeitas de que ninguém se encontra em casa durante determinado período.

Este método poderá ser igualmente utilizado com a aquisição de um temporizador para uma televisão ou um rádio.

#11 Sinais de ausência

Evite deixar um cadeado do lado de fora, pois poderá ser sinónimo de ausência, o que chamará mais facilmente à atenção de quem passa.

#12 Manutenção

Caso a sua ausência seja prolongada peça a alguém da sua confiança para visitar a casa regularmente e assim demonstrar a presença de pessoas, abrindo janelas, entrando com o carro na garagem, todos estes aspetos que transmitem que a casa está habitada.

Em caso de possuir um jardim, este deverá continuar a ser tratado e mantido, tarefa que poderá delegar a alguém da sua confiança, ou a um profissional.

#13 Luzes da rua

Verifique se as luzes da sua rua estão a funcionar, caso tal não suceda convém avisar as autoridades competentes para que sejam arranjadas atempadamente.

#14 Notifique as autoridades

Se a sua ausência exceder um período de uma semana avise na esquadra da PSP ou da GNR da sua residência, que irá de férias, e a sua casa será vigiada.

A PSP tem à sua disposição uma solução gratuita, nos meses de julho, agosto e setembro, chamada “Operação férias” para que usufrua das suas férias com tranquilidade.

#15 Empresas de segurança privada

Caso ache necessário poderá optar por contratar uma empresa de segurança privada para vigiar a casa durante o seu período de férias.

Lembre-se, tudo ajuda…

Não existe uma receita para afugentar em definitivo os amigos do alheio, mas se tomar pelo menos algumas das medidas acima mencionadas reduzirá, certamente, o facto de a sua casa chamar à atenção de pessoas de má-fé.

Os crimes contra o património tendem a aumentar durante a época de férias e muitas vezes podem resultar de um erro básico, como o de ter deixado a porta mal fechada.

Assim, aliado à precaução, conferir um ambiente de movimento e habitabilidade à sua casa é, sem dúvida, uma das chaves cruciais para que não existam suspeitas de que está ausente.

Viaje sem preocupações e usufrua da viagem ao máximo, na certeza de que a sua casa estará em segurança.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here