Dicas de viagem de avião para grávidas

Dicas de viagem de avião para grávidas

 Se está grávida e gosta de viajar, não ache que vai ter de deixar de fazer viagens durante todo o período de gestação. Regra geral, a maioria das companhias aéreas permitem o transporte de grávidas até às 36 semanas ou, no caso de gravidez de gémeos até às 32 semanas. Portanto, se se encontra neste período de gestação, leia algumas das nossas dicas para viajar confortavelmente e sem stress, faça a mala e boa viagem.

[toc]

#1 Planeamento

Fale com o seu médico

Christine Louise Ferguson

Se está a pensar fazer uma viajem de avião enquanto está grávida, deve apostar num bom planeamento da mesma. Antes de mais, deve informar o médico da sua vontade e confirmar se não há nenhum problema clínico que impeça essa mesma viagem. Se o médico atestar que está tudo bem, peça-lhe uma declaração onde ateste precisamente isso. Por norma, as companhias aéreas não exigem esta declaração, mas pode dar-se o caso de escolher uma companhia que a peça e mais vale ter esta declaração consigo.

Assim que tiver autorização do seu médico para viajar, confirme, junto da companhia aérea que escolher qual a política da mesma sobre o transporte de grávidas, para confirmar que poderá viajar sem qualquer problema com essa mesma companhia. O passo seguinte é comprar os bilhetes. Se tiver oportunidade de escolher os lugares do avião no momento da compra das passagens, opte por um lugar no meio do avião, junto à asa, que é normalmente o local mais estável durante o voo, ou em filas em que há maior espaço para as pernas, que são normalmente as primeiras filas da classe económica. Para além disso, não se esqueça de reservar um lugar do lado do corredor para facilitar as idas ao WC ou caso tenha necessidade de se levantar para dar pequenas caminhadas durante o trajeto.

#2 Evite Stress

O ato de viajar, ainda que aconteça em lazer, tem sempre um nível de stress associado, principalmente no dia da viagem. Neste sentido, e para reduzir ao máximo o mesmo, tome algumas medidas que a deixarão mais tranquila. Se a companhia aérea que escolheu para viajar, permitir, faça o chek in online. Dessa forma, evitará de ter ir mais cedo para o aeroporto para o fazer e, consequentemente, evitará as filas que costumam existir.

Mesmo que não tenha de fazer check in no local, programe as coisas para sair de casa com tempo e não ter de fazer nada com pressa quando chegar ao aeroporto. Se tiver mala de porão para despachar, vá cedo, evitando a fila que se forma mais em cima da hora.

Se fizer tudo com calma, sem se sujeitar a situações que lhe causem stress, vai ver que a viagem lhe vai correr muito melhor.

#3 Informe a tripulação da sua gravidez

Não se acanhe em informar a tripulação da sua gravidez. As grávidas têm direito a tratamento prioritário e, para além disso, há sempre alguns cuidados que as companhias aéreas disponibilizam à mesma. Caso não tenha conseguido escolher o lugar na altura de compra das passagens aéreas, pergunte se poderá escolher o lugar quando estiver no avião, e opte sempre por um lugar junto ao corredor.

Para além disso, se tiver dificuldade em permanecer em pé durante algum tempo, ou não puder percorrer grandes percursos dentro aeroporto, pode sempre solicitar uma cadeira de rodas, e o transporte num veículo interno do aeroporto que a deixará mesmo junto à porta de embarque e a apanhará no desembarque.

Durante o voo, se sentir necessidade, também pode solicitar travesseiros ou cobertores que costumam estar disponíveis para estas situações.

#4 Use roupa confortável

Caso a sua gravidez já se encontre adiantada, é natural que o tamanho da barriga já não lhe permita ter a mesma facilidade de movimento de antes. Se a isso juntar uma viagem num espaço confinado como é o caso do avião, vai-se sentir ainda mais desconfortável. Por isso, opte por viajar com roupas largas, que sejam práticas na altura de ir à casa de banho. Evite, por exemplo, macacões. Na altura de escolher a roupa, opte, também, por um calçado confortável e que seja fácil de tirar caso os seus pés comecem a apresentar algum inchaço, o que é normal se passar bastante tempo sentada. Como forma de ajudar a evitar este inchaço pode sempre usar umas meias com alguma compressão que a farão sentir-se mais confortável.

#5 Atenção ao que ingere

Pregnant woman sitting in bedroom with glass of water smiling

Veritas

O cuidado com a alimentação é algo comum durante toda a gravidez. No entanto, se vai viajar de avião tem de acrescentar mais alguns cuidados para que o seu corpo não se ressinta da viagem. Deve evitar a ingestão de bebidas gaseificadas e leguminosas no dia anterior e durante o voo, visto que as mesmas agravam a distensão dos gases a nível dos intestinos, podendo causar incómodo durante o voo. Tendo em conta que o ambiente do avião é mais seco do que em terra, tenha o cuidado de ingerir bastante água durante a viagem para se manter hidratada.

Informe-se se a companhia permite que leve alguns alimentos consigo. Se sim, prepara snacks saudáveis para comer durante o voo, e que não lhe provoquem qualquer tipo de efeito secundário.

#6 Movimente-se

Um dos problemas mais comuns que as mulheres grávidas podem ter durante uma viagem de avião é o desenvolvimento de um coágulo de sangue por má circulação sanguínea. O risco é maior quando as mulheres se sentam por longos períodos de tempo. Desta forma, deve estimular a circulação sanguínea, andando o mais que puder pelo avião. Faça por se movimentar um pouco por cada hora que passa sentada, sentando-se ao menor sinal de turbulência.

Também pode fazer pequenos exercícios durante o voo. Por exemplo, flexione os joelhos, e rode os pulsos e os tornozelos, fazendo pequenos círculos e vai ver que o desconforto vai aliviar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here