O famoso aeroporto da praia de Sint Maarten fez a primeira vítima mortal

Uma turista da Nova Zelândia, 57 anos, estava a assistir à descolagem de um avião quando foi atirada ao chão com o impacto do motor, na ilha de Sint Maarten, nas Caraíbas.

O incidente aconteceu no Aeroporto Internacional Princesa Juliana, onde todos os dias os aviões passam por cima das cabeças dos banhistas, que costumam ir a pé até à cerca do aeroporto para os verem levantar voo.

O Boeing 737-800 levantou voo em direção a Trinidad e a Tobago. Segundo a polícia, a mulher assistia à descolagem do avião, agarrada à cerca, quando no momento da descolagem foi derrubada com a força da explosão do motor. Segundo a BBC, a turista foi transportada para o hospital com ferimentos graves, onde acabou por morrer.

O incidente parece ser semelhante ao que aconteceu em 2012, quando uma mulher ficou  ferida sem gravidade depois de bater com a cabeça por ser empurrada pela força da descolagem do avião.

O aeroporto de Sint Maarten é único no mundo, por “permitir” que as pessoas sintam de perto os ventos da descolagem dos aviões, enquanto o avião sobrevoa as cabeças dos visitantes a uma altitude de 30 metros.

Apesar dos vários avisos afixados na zona a alertarem para o perigo de os banhistas permanecerem junto à cerca do aeroporto, por causa do impacto das descolagens e aterragens dos aviões, a curiosidade dos turistas é mais forte, como fazem crer as dezenas de vídeos publicados na Internet.

Todos os dias, centenas de turistas vão até Maho Beach para ver os aviões passar por cima das suas cabeças – essa é, aliás, uma das maiores atrações do local. É considerada uma das aterragens mais difíceis do mundo, devido à proximidade da terra – e da cabeça dos turistas – a que os aviões têm de fazer a aterragem.

No momento das descolagens, os banhistas são mesmo “lançados ao mar”, por vezes com força considerável, especialmente pelos aviões de grande porte, e arriscam a própria vida – a troco de alguns instantes de pura diversão.

    ZAP //

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here