FIFA alerta quem vem para o Campeonato do Mundo no Brasil

Brasil-campeao-copa-das-confederacoes

A FIFA alerta os milhares de adeptos estrangeiros que, nas próximas semanas começarão a desembarcar no Brasil para o Campeonato do Mundo: não adotem os mesmo comportamentos e o mesmo planeamento como se estivessem na Alemanha na Campeonato do Mundo de 2006.

Quem reconhece isso é o próprio secretário-geral da Fifa, Jerome Valcke. “Não apareçam (no Brasil) a achar que estão na Alemanha”, disse.

Segundo ele, foi o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a CBF de Ricardo Teixeira que insistiram que o Campeonato do Mundo teria de ocorrer em todo o país e que as selecções não poderiam jogar apenas numa região.

Para o futuro, Valcke aponta que a experiência da Fifa no Brasil deve levar a entidade a exigir que as futuras sedes se comprometam de uma forma mais rigorosa às exigências da entidade antes de ganhar o direito de sediar o evento.

Numa conversa com agências internacionais nesta semana em Zurique, ele admitiu que, desta vez no Brasil, os adeptos não poderão dormir nos seus carros ou em barracas como fizeram em 2006 na Alemanha e nem ir de comboio para ir de um lugar para o outro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here