Furacão Sandy afeta os viajantes nos Estados Unidos

Amanda Slater

Companhias aéreas cancelaram mais de 8.900 voos no domingo e segunda-feira, e cancelam mais 4.800 hoje, terça-feira 30 de outubro. Mesmo que o furacão Sandy liberte ainda hoje a costa leste, analistas dizem que os viajantes podem ter grandes dificuldades para reservar novos lugares nos voos até, pelo menos, a próxima semana.

O furacão Sandy causou muitos estragos em todo sistema de viagens na segunda-feira, milhares de aviões ficaram em terra, prendendo viajantes desde a costa leste dos Estados Unidos a Los Angeles e ameaçando perturbar viagens aéreas durante toda a semana.

As companhias aéreas cancelaram mais de 13000 voos até ao momento e a grande maioria dos cancelamentos ocorreu nos aeroportos que servem o espaço aéreo mais movimentado do país, desde o Aeroporto Internacional de Filadélfia, o Aeroporto de LaGuardia e Newark Liberty International Airport.

Apesar do cancelamento de milhares de viagens de negócios e lazer, os analistas dizem que o impacto financeiro sobre a indústria do avião pode não ser grave, porque a tempestade não vai interromper o período de viagem de férias onde existem mesmo muitos voos, e portanto muitos voos poderão estar de volta no horário dentro de uma semana.

Dificultando ainda mais a procura de lugares, algumas companhias aéreas diminuíram o tempo que passageiros têm para remarcarem um voo e, como as transportadoras não são responsáveis por cobrir o custo de remarcação devido a atrasos por causa de das condições climáticas, os passageiros terão de pagar ainda as taxas de mudança e a diferença de tarifas. Os detalhes variam de acordo com a companhia aérea.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here