Lyon – uma cidade “iluminada”

C comme ça

Potência comercial, industrial e bancária nos últimos 500 anos, a grande e velha Lyon é o ponto focal de uma próspera área urbana de quase 2 milhões de pessoas, a segunda maior aglomeração de França. Museus de arte excecionais, uma vida cultural dinâmica, e uma Universidade próspera, dão à cidade um ar sofisticado.

carregue no play para ver fotos

Parques verdes, caminhos à beira-rio e uma velha cidade histórica suficientemente preciosa fazem ser uma cidade Património Mundial da UNESCO.

Fundada pelos romanos, com muitas zonas históricas preservadas, Lyon é o arquétipo da cidade Património. É uma metrópole vibrante, que começa a fazer o máximo proveito do seu património arquitectónico, cultural e gastronómico único.

Está cada vez mais aberta para o mundo, com um número crescente de estudantes e eventos internacionais.

Lyon é moldada pelos seus dois rios, o Ródano (a leste) e o Saône (a oeste). Tem um clima “semi-continental”. Os invernos são frios e os verões podem ser quentes.

O Festival das luzes (Fête des Lumières) é de longe o mais importante evento do ano. Dura quatro dias em torno de 8 de dezembro. Inicialmente era uma festa religiosa tradicional, no entanto, na última década, a celebração transformou-se num evento internacional, com espectáculos de luz por artistas profissionais de todo o mundo.

Este festival atrai cerca de 4 milhões de visitantes a cada ano.

Naturalmente, o Festival das luzes é uma experiência emocionante. No entanto, dependendo da sua expectativa, pode não ser a melhor época para visitar a cidade, tendo em conta o tempo e a superlotação.

Se está particularmente interessado num dos eventos da cidade, então vá. Caso contrário, evite visitar a cidade em agosto, especialmente durante as primeiras duas ou três semanas. Entre maio e junho e setembro é provavelmente a melhor altura, o clima é geralmente quente e agradável e pode desfrutar de horas bastante longas de luz.

Lyon pode não ter monumentos mundialmente famosos como a Torre Eiffel ou a Estátua da Liberdade, mas tem muitos bairros interessantes para passear e encontrar maravilhas arquitetónicas.

A cidade é bastante acolhedora para peões e ciclistas sendo uma maneira agradável de a explorar.

Lyon tem uma reputação internacional pela iluminação dos edifícios e não apenas durante o dia 8 de dezembro festival. Quando o sol se põe, muitos monumentos importantes como a prefeitura, Hôtel-Dieu ou a Basílica de Fourvière são iluminadas de uma maneira espetacular. Os edifícios da Universidade de Lyon II/Lyon III ao longo do Ródano também estão entre as mais belas iluminações.

Um bom ponto a favor do turismo é que a maioria das atrações são gratuitas: igrejas, parques, etc. Para quem pretende visitar vários museus, a placa da cidade de Lyon pode ser de interesse.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here