Conheça 6 dos locais mais Natalícios do mundo

Se o seu Natal se resume a decorações, cozinha e prendas, porque não mudar um pouco e planear uma viagem em família e viver de perto e, principalmente, em família o espírito natalício de alguns dos lugares mais natalícios do mundo? Para o ajudar, damos-lhe umas dicas sobre alguns dos lugares considerados como os mais natalícios do mundo.

[toc]

#1 Lapónia, Finlândia

As lendas remetem o Polo Norte como a casa oficial de Pai Natal. No entanto os Finlandeses não concordam. Eles acreditam que Rovaniemi, na Lapónia, localizado a norte do Círculo Ártico, é a sede do Natal.

Aqui, as crianças podem fazer biscoitos de gengibre, inscrever-se na escola de Elf, ou ter uma aula de caligrafia e aprender a compor as suas listas de desejos para o Natal.

Outras atrações incluem o jardim zoológico de Ranua, lar de ursos polares bebes e alces, a fazenda Sirmakko, onde os visitantes podem fazer um safari de trenó puxado por renas e o Arktikum, um centro de ciência onde é revelado o mistério e a magia das luzes do Norte.

Se quiser uma experiência verdadeiramente gelada, pode ficar no Hotel Arctic Snow, feito inteiramente de gelo e neve, mas equipado com saunas e banheiras de hidromassagem para quem quiser descongelar um pouco.

#2 Estrasburgo, França

Desde 1570 que Estrasburgo abre o seu mercado de Natal em torno da sua Catedral. Com os seus 12 mercados de Natal, Estrasburgo convida-o a um passeio agradável no coração de seu centro histórico.

Todos os anos estas festividades são alusivas a um diferente país de modo a que o povo de Estrasburgo e seus visitantes possam apreciar a riqueza e tradições culturais desse país, ofícios tradicionais e especialidades culinárias.

O programa de eventos culturais e artísticos também oferece a oportunidade de mergulhar nos costumes através de canções tradicionais, danças folclóricas e atividades para crianças.

Desde a década de 90, o mercado do Natal espalhou-se para outros lugares: Place de la Gare, Place de la Cathédrale, lugar du Château, bem como para todas as áreas de Estrasburgo. Gradualmente, ele foi enriquecendo com atividades em torno do tema do Natal (concertos, exposições, etc.).

#3 Quebec, Canadá

Se sonha com um Natal branco, o lugar a ir é o Quebec no Canadá. Casas de pedra do século XVI e XVII, as luzes acendem-se pelas ruas, e muita neve fazem esta cidade um dos melhores lugares para passar o Natal.

O Natal é altura de mercados especialmente festivos, com o Marche de Noel, ou o mercado de Natal, na cidade de Quebec que, em 2008, celebrou o seu 400 aniversário.

Não perca as roupas de lã tricotadas à mão, brinquedos artesanais, cerâmica, pinturas, boutique de vinhos e licores e outros itens. Existem padarias, um pequeno café e um carrinho de crepe, onde pode escolher crepes e uma variedade de recheios de doces a salgados.

Quebec é um paraíso para os entusiastas do meio ambiente, do ar livre. A cidade oferece um programa de férias para todos os gostos.

#4 Barcelona, Espanha

Os espanhóis celebram o Natal com as suas próprias tradições e costumes. O dia 25 de dezembro é comemorado com um almoço de Natal, mas o verdadeiro Natal espanhol não é comemorado em dezembro. Em Espanha as festas Natal são no dia 6 de janeiro, quando os três Reis Magos trazem os presentes para as crianças.

Se conseguir estender as suas férias de Natal até o dia dos Reis não há melhor lugar para apanhar com Belchior, Gaspar e Baltasar do que Barcelona.

O dia 5 de janeiro é chamado de noite de Reis, o “Cavalcada de Reis” em catalão ou “Cabalgata los Reyes Magos,” em castelhano. É também o desfile de Reis ou a procissão “Twelfth Night”.

O desfile de três reis é uma procissão impressionantemente decorada. Cada carroça é tripulada por adultos fantasiados e crianças que jogam doces para a multidão eufórica ao longo do desfile.

Alguns bairros têm o seu próprio desfile e a cidade tem um grande desfile central todos os anos. Os carros alegóricos incluem camelos, elefantes, girafas e figurantes deslumbrantes.

A magia dos Magos começa oficialmente.

#5 Queenstown, Nova Zelândia

willy hunt

O Natal tradicional com as cores vermelho, verde e branco assume um significado inteiramente novo na Nova Zelândia. Aqui o vermelho representa o “Metrosídero” (árvore de Natal de floração vermelha da Nova Zelândia), o branco representa as praias de areia e o verde o kiwi.

Banhos de sol e surf em vez de neve e renas, temperaturas elevadas em vez do tradicional frio.

Existem restaurantes abertos em Queenstown que servem jantares de assados de Natal tradicionais ou menus especiais de Natal para vários tipos de orçamentos.

No entanto, o que os Neozelandeses verdadeiramente apreciam nesta altura do ano é cordeiro, frutos do mar e frango, acompanhado por saladas frescas e regado com uma garrafa gelada de cerveja ou um copo de vinho, terminando com uma sobremesa pavlova, coberta com creme e kiwi ou um saco de cerejas frescas.

Um número surpreendente de atividades existe no dia de Natal. Pode fazer jetboating, parapente, andar de gôndola e muito mais. É uma época do ano bastante movimentada.

#6 Reykjavik, Islândia

Na Islândia o Natal é conhecido como ‘Yule’ ou ‘Jól’.

Em Reykjavik, as festividades iniciam-se com a iluminação da árvore de Natal na Praça de Austurvölller, no centro da cidade. A árvore é um presente anual da cidade de Oslo e decorado com luz branca tornou-se uma imagem icónica do Natal de Reykjavík.

Depois da cerimónia de iluminação da árvore segue um programa de eventos festivos, com por exemplo uma banda filarmónica, coro e poesia.

No Natal na Islândia as famílias reúnem-se, desfrutam de boa comida e trocam presentes. É o mais longo feriado da Islândia. Os Islandeses comemoram 13 dias de Natal. O período começa no dia 24 de dezembro e termina no dia 6 de janeiro, quando todas as decorações de Natal são retiradas das ruas e casas.

As famílias reúnem-se à noite, na véspera de Natal, e trocam os presentes. Durante os dois dias seguintes, vão para festas de Natal e reúnem-se com a família e amigos.

O Natal é levado muito a sério na Islândia. Toda a casa é limpa, toda a gente veste roupa nova, decoram a casa por dentro e por fora. É verdadeiramente uma festa dos sentidos.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here