Hotel de luxo indiano converteu a sua piscina num viveiro para peixes

Um resort de luxo no estado de Kerala, na Índia, decidiu converter a sua piscina num viveiro para peixes durante a pandemia, visando conseguir algumas receitas com a posterior comercialização destes animais, que são um ingrediente bastante popular na cozinha do Médio Oriente.

Esta foi a estratégia que o Aveda Resort, fechado desde março devido à pandemia, decidiu adotar para fazer algumas receitas: encher a sua piscina de 150 metros com peixes da espécie Etroplus suratensis, nativos do sul da Índia e do Sri Lanka.

Milhares de peixes ocupam agora os 7,5 milhões de litros de água da piscina e hotel espera que estes cresçam até ao outono, época em que retirados deste espaço para que possam ser vendidos em mercados internacional, escreve o britânico The Independent.

“Tivemos zero receitas [nos últimos meses], por isso, em junho, colocamos cerca de 16.000 peixes de dois meses na piscina (…) Planeamos retirá-los em novembro e exportá-los para o Médio Oriente”, disse o diretor geral do hotel, em declarações à agência AFP.

A exploração piscícola, de cerca de quatro toneladas, pode render ao hotel cerca de 40.000 dólares, cerca de 33.850 euros – não é o suficiente para colmatar as perdas do hotel durante o confinamento, mas ajudará a cobrir os custos.

O viveiro improvisado na piscina é temporário, até que os hóspedes voltem, mas o hotel não descarta continuar a criar estes animais. “Não podemos continuar a fazer a exploração na piscina, mas estamos a tentar encontrar alternativas para que possamos aplicar este conhecimento em projetos maiores”, afirmou ainda.

ZAP //

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here