Oktoberfest produz dez vezes mais metano do que a cidade de Boston

Hostelworld.com

Oktoberfest, Munique (Alemanha)

O Oktoberfest, o famoso festival de cerveja que acontece todos os anos em Munique, na Alemanha, e dura 16 dias, produz dez vezes mais metano do que a cidade norte-americana de Boston.

Esta é a conclusão de uma nova investigação levada a cabo por cientistas ambientais da Universidade Técnica de Munique (TUM).

No ano passado, os cientistas realizaram uma pesquisa detalhada, percorrendo o perímetro do festival com sensores móveis. Os instrumentos detetaram quase 1.500 quilos de metano no ar, 10 vezes a quantidade detetada na cidade norte-americana no mesmo período de tempo, conta o jornal britânico The Guardian.

Os cientistas, que publicaram esta semana os resultados da investigação na revista Atmosfheric Chemistry and Physics, atribuem a maioria das emissões do Oktoberfest a fugas e combustões incompletas nos utensílios de cozinha e nos sistemas de aquecimento.

“Temos fortes indícios de que as emissões de metano de combustíveis fósseis por grades e aparelhos de aquecimento são as principais fontes [das emissões de metano]”, afirmou Jia Chen, professora de TUM, citada pelo jornal britânico.

Ao mesmo tempo, os cientistas enfatizam que cerca de 10% dos gases correspondem à flatulência e arrotos dos participantes do festival alemão.

Os cientistas alemães acreditam que a nova investigação pode ajudar os organizadores do festival a desenvolver novas políticas para reduzir as emissões de metano.

O Oktoberfest recebe mais de 6 milhões de visitantes todos os anos. Durante o festival, mais de 7 milhões de litros de cerveja, 100.000 litros de vinho, 500.000 frangos e 250.000 salsichas são consumidos.

ZAP //

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here