Países reinventam turismo. No México, hotéis oferecem 2 noites por cada 2 pagas

A pandemia de covid-19, que já matou mais de 350 mil pessoas em todo o mundo, pôs travão ao turismo mas já há países que preparam a retoma do setor com muitas ofertas e até com estadias comparticipadas.

Este é o caso do México: há hotéis em Cancun que pretendem oferecer promoções em hotéis e resorts para atrair turistas e alimentar o setor.

De acordo com o jornal britânico The Sun, que cita a Associação Hoteleira de Cancun, o país prepara um pacote turístico que oferece duas noite de estadia por cada duas outras noites pagas pelo viajante – trata-se do pack “Venha a Cancun 2X1”.

Descontos nos voos para o México estão também a ser estudados, relatam os média locais.

Japão e a região italiana da Sicília são outros dos territórios que já começaram a desenhar o plano de retomar no setor. A Sicília vai pagar parcialmente voos e estadias em hotéis aos turistas que decidam visitar a ilha italiana ainda este ano, no período após o pico da pandemia do novo coronavírus oriundo da China.

A ilha italiana vai pagar metade do custo do bilhete de avião e um terço da estadia – uma noite em cada três – em hotéis da região, conta o The Times of London.

Além de cobrir parcialmente os custos com os voos e acomodação, a Sicília vai também oferecer bilhetes gratuitos para museus e sítios arqueológicos. A iniciativa anunciada implicará um investimento de 50 milhões de dólares, detalha a Newsweek.

Já o Japão está a ponderar pagar a quem quiser visitar o país, numa medida que poderá custar aos cofres japoneses 12,5 mil milhões de dólares. “O governo está a planear potenciar o turismo doméstico ao financiar uma parte das despesas referentes às viagens até ao Japão assim que o surto começar a ser controlado”, anunciou Hiroshi Tabata, chefe da Agência de Turismo do Japão, em conferência de imprensa.

Segundo a TVI24, as melhores previsões dizem que o programa poderá estar em vigor em julho, caso as restrições nas ligações aéreas sejam levantadas.

O número de turistas internacionais no Japão ter caído 99,9% em abril, em relação a 2019.

Na Bulgária, o Governo vai abrir algumas praias gratuitamente, incluindo o uso gratuito de espreguiçadeiras e guarda-sóis, mas não estão a ser ponderadas financiamentos diretos de férias aos turistas, observa ainda o New York Post.

ZAP //

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here