Turismo de mergulho? Submarino da “frota perdida” de Hitler aguarda o seu destino no fundo do Mar Negro

Coberto por “redes fantasmas” deixadas por pescadores, os destroços de um submarino U-20 enviado para o Mar Negro pela Alemanha nazi tornou-se recentemente tema de um documentário produzido na Turquia.

Localizado a uma profundidade de 20 metros ao largo da costa Karasu da província de Sakarya, no norte, o submarino U-20 fazia parte de uma frota de seis submarinos para dominação naval no Mar Negro durante a II Guerra Mundial.

Mehmet Emin Birpınar, vice-ministro do meio ambiente e planeamento urbano, partilhou uma fotografia do submarino na sua conta do Twitter e disse que o submarino é uma “testemunha da guerra” e deve ser “preservado e aberto ao turismo de mergulho“.

Atualmente, o navio está a ser examinado por mergulhadores, que afirmaram que a embarcação não será trazida à superfície.

Tahsin Ceylan, um cineasta, filmou um documentário em duas partes sobre a frota nazi e recentemente mergulhou novamente na área, tendo visto apenas redes que cobrem o corpo externo do submarino, de acordo com o Daily Sabah.

Em declarações à Demirören News Agency (DHA), Ceylan disse que a frota tinha como objetivo deter o domínio soviético sobre o Mar Negro.

“O transporte deles até aqui é realmente um sucesso de engenharia. Foram desmontados e levados para o rio Elba e, de lá, caminões especialmente projetados levaram-nos para o Danúbio. Foram remontados novamente em Constanta, na Roménia, e colocados no mar”, explicou.

Estes submarinos afundaram muitos navios soviéticos, mas quando a União Soviética dominou Constanta, conseguiram afundar um dos navios.

A tripulação de dois outros submarinos “afundou os próprios navios para evitar que caíssem nas mãos dos soviéticos”. Os outros três submarinos também foram afundados pela Alemanha após a sua derrota na guerra.

Os seis submarinos – U-18, U-19, U-20, U-21, U-22 e U-23 – motivaram ao longo dos anos sucessivas explorações marítimas para encontrá-los.

O U-20 foi encontrado pela Marinha turca em 1994 e o U-23 foi identificado recentemente, em 2019, com base nos estudos do engenheiro naval Selcuk Kolay.

Por encontrar está o U-19, que se supõe estar algures ao largo da província de Zonguldaque, no norte da Turquia.

ZAP //

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here