Vista para o mar e refrescos. Nas Maldivas, o teletrabalho pode ser feito num resort de luxo

O Nautilus Maldives, que reabriu em 1 de setembro, está a oferecer aos turistas a oportunidade de mudar a rotina de teletrabalho ao abrir um escritório no atol Baa durante um máximo de 21 dias.

Uma secretária com vista para o mar, um assistente pessoal “dedicado”, refrescos sem parar e serviço de lavandarua gratuito. Esta pode parecer uma lista de desejos de um trabalhador remoto frustrado, mas um resort de luxo nas Maldivas acaba de lançar um “Pacote de Trabalho” com todos estes benefícios, escreve a CNN.

Uma estadia de sete noites para dois numa das 26 casas de praia do Nautilus Maldives tem um preço de 23.250 dólares (equivalente a 19.622 euros), enquanto uma estadia de duas ou três semanas custará 37.850 ou 52.000 dólares, respetivamente.

De acordo com a equipa do Nautilus Maldives, os trabalhadores remotos terão uma “incrível reclusão” no resort, que está localizado na sua própria ilha particular, juntamente com sessões diárias de ioga, exercícios físicos e meditação e a possibilidade de ver golfinhos ao pôr do sol a bordo de um de seus iates de luxo.

Quem reservar o pacote também têm a opção de trabalhar num banco de areia isolado com a sua própria mesa pessoal e um guarda-sol durante algumas horas por dia.

Com o objetivo de aliviar qualquer preocupação dos visitantes em relação à entrada nas Maldivas, o resort enfatiza que a imigração “e outros processos” serão tratados em nome dos hóspedes enquanto relaxam num lounge privativo no aeroporto.

As Maldivas estão atualmente abertas a todos os turistas, desde que tenham a prova de um teste de covid-19 negativo feito no máximo 72 horas antes de partirem do seu destino original.

O pacote do resort é uma das várias ofertas atraentes que têm os trabalhadores remotos como público-alvo, à medida que mais pessoas continuam a trabalhar em casa devido à pandemia. Destinos como Barbados e Bermudas estão a oferecer vistos de trabalho remoto a turistas durante até um ano, enquanto vários hotéis nos Estados Unidos estão a oferecer novos serviços para trabalhadores.

O hotel The Sawyer, na Califórnia, está a oferecer cabanas de piscina para uso como escritórios ao ar livre, com Wi-Fi, estacionamento gratuito e almoço por 150 dólares por dia. Já o Hamilton Hotel, em Washington D.C, lançou um pacote “Home-Away-From-Home-Office” que oferece aos hóspedes o uso de um quarto até as 16h, pequeno-almoço e uma cafeteira com cápsulas ilimitadas por 109 dólares por dia.

ZAP //

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here