Budapeste é o destino europeu do ano. Cidade portuguesa é “vice-campeã”

Peter Horenský / Flickr

Braga ficou a 3 mil votos da cidade campeã

A cidade de Braga foi eleita o segundo Melhor Destino Europeu para 2019, ficando a cerca de 3 mil votos da cidade húngara de Budapeste, o destino “campeão” do ano, eleito na votação European Best Destinations 2019. 

Em comunicado enviado às redações, a Câmara de Braga dá conta que a cidade minhota era a única nomeada portuguesa na edição deste ano, conseguindo arrecadar 59.092 votos. Budapeste, por sua vez, somou 62.128 votos.

De acordo com a autarquia, Braga foi a idade que recolheu mais votos fora do território nacional, assumindo-se como destino favorito dos viajantes oriundos do Brasil e Reino Unido. Tendo em conta o elevado número de votos, escreve a Câmara, a organização irá, pela primeira vez, comprometer-se a aumentar a visibilidade e criar conteúdos promocionais sobre os dois destinos mais votados em 2019.

A autarquia bracarense frisa ainda que o número de votos arrecadados pela cidade nesta edição ultrapassou os resultados obtidos por destinos vencedores de edições anteriores.

Para Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, esta votação é a “prova inquestionável da afirmação internacional da marca Braga”. O autarca acredita que o resultado terá reflexos positivos no turismo e na economia local nos próximos anos.

“Esta distinção fará com que Braga esteja presente nas mais reputadas publicações na área do Turismo de todo o mundo, fazendo da Cidade um destino cada vez mais obrigatório para milhões de viajantes”, sustentou Ricardo Rio citado em comunicado.

No total, e nesta edição de 2019, foram distinguidas 15 cidades. Ao lado da cidade húngara de Budapeste (62.128 votos) e de Braga (59.092 votos), juntou-se Monte Isola, em Itália (56.024); Metz, em França (52.569); Poznan, na Polónia (43.057) no top five.

Seguiu-se depois Málaga, em Espanha (36.485); Genebra, na Suíça (31.112); Cavtat, na Croácia (26.943); Bratislava, na Eslováquia (24.749); Sainte-Maxime, na França (20.458); Dinant, na Bélgica (17.122); Atenas, na Grécia (16.024); Kotor, em Montenegro (14.882); Riga, Letônia (12.024); Florença (10.068).

“A votação foi aguerrida“, revelou em declarações à Fugas Maximilien Lejeune, responsável pela organização que gere a iniciativa. “Braga recebeu mais votos do que Bordéus ou Wroclaw” quando venceram (2015 e 2018, respetivamente), notou, dando conta que até já se pode dizer definitivamente que Braga é trendy.

A iniciativa foi já vencida por outras cidades portuguesas. Lisboa venceu a primeira edição em 2010 e o Porto venceu nas três ocasiões em que esteve nomeado (2017, 2014, 2012).

Criada em 2009, a European Best Destinations, sediada em Bruxelas, promove a cultura e o turismo na Europa e distingue, desde 2010, as cidades mais modernas e atraentes para visitar na União Europeia. Este é considerado o maior evento de e-turismo da Europa.

ZAP //

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here