Fotografia com pombos? Na Tailândia, há “profissionais” contratados para assustá-los

A área de uma das portas da cidade, Tha Pae, parte do que resta da muralha vermelha que protegia a cidade antiga em Chiang Mai, na Tailândia, é uma das maiores atrações turísticas locais.

Os turistas querem sempre tirar uma foto perfeita no local, especialmente com muitos pombos a esvoaçar à volta.

Desse desejo, nasceu uma nova profissão: o espanta-pombos. De acordo com o jornal Público, quem quer uma fotografia com os pombos a esvoaçar em redor, só tem de contratar um dos profissionais que por ali. Os espanta-pombos assustam as aves de forma a que estas voem em redor do turista que está a ser fotografado.

Segundo o jornal britânico The Telegraph, o preço deste contrato é baixo: comprar comida para dar às aves custa cerca que 60 cêntimos e o espanta-pombos pode receber uma gorjeta à volta de um euro.

O jornal indica que as autoridades de Chiang Mai poderão pôr fim a este trabalho de assustar pombos em breve, já que, tal como acontece em muitas outras grandes cidades pelo mundo, a espécie é ali considerada uma praga.

Como se tornaram parte da indústria turística são alimentados quer por visitantes, quer pelos locais, levando a aumento exponencial do número de pombos. Quem for apanhado a vender comida para dar aos pombos na área arrisca-se a uma multa de 600 euros.

ZAP //

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here