A Ilha de Komodo pode deixar de o ser. Os turistas estão a roubar os dragões

zoofanatic / Flickr

A ilha indonésia de Komodo está prestes a fechar para turistas durante um ano, segundo indicam alguns órgãos de comunicação locais. Esta trata-se de uma medida do Governo para combater uma alegada rede de tráfico dos famosos dragões de Komodo.

A partir de janeiro de 2020 a entrada na ilha estará proibida a turistas, de acordo com indicações do porta-voz da administração local, Marius Jelamu. Os planos para limitar a entrada de turistas na ilha não são recentes, mas agora, a descoberta de uma suposta rede de contrabando destes dragões poderá mesmo levar ao fecho da ilha, informa o Tempo.

Segundo indicações deste jornal indonésio, 41 dragões de Komodo foram roubados da ilha para ser vendidos no estrangeiro. Cada um destes lagartos custa 500 milhões de rupias — o equivalente a cerca de 30 mil euros. O caso de contrabando foi exposto pela polícia de Java Oriental.

Durante o fecho da ilha, os animais vão ser integrados num programa de conservação animal, que irá procurar aumentar a população da espécie e preservar o seu habitat natural. Marius Jelamu diz que o encerramento só vai acontecer na Ilha de Komodo e não em todas as áreas de conservação do lagarto.

Jelamu diz que o encerramento temporário da ilha dará ao Governo o tempo necessário para a conservação da espécie, de forma a garantir alimento suficiente para os dragões e preservar o meio ambiente da ilha.

A CNN recorda que a ilha de Komodo se tem tornado cada vez mais popular nos últimos anos, graças ao surgimento de novos voos e hotéis na cidade vizinha de Labuan Bajo, na Ilha de Flores. Atualmente, o Parque Nacional de Komodo recebe uma média de 10 mil visitantes por mês.

O dragão de Komodo, famoso pela sua mordida venenosa e enorme tamanho, pode crescer até aos três metros de comprimento e pesar até 70 quilos. Há mais de 5 mil dragões espalhados pelas regiões de Komodo, Rinca, Gili Motong e Flores.

ZAP //

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here