Lisboa entre as cidades com trânsito mais caótico do mundo

Florida Turnpike / Flickr

Um estudo da Mister Auto – marca líder de mercado na venda de peças para automóveis – agora divulgado revelou que Lisboa está na 74.ª posição no ‘ranking’ das cidades mais circuláveis. Ou seja, muito para lá da segunda metade da tabela, com uma média de 0,44 carros per capita.

Partindo de dados recolhidos em centenas de cidades do mundo inteiro, o estudo analisou vários aspetos, como o número de carros, o tempo que os condutores passam ao volante, a qualidade das estradas e dos transportes públicos, a idade dos carros, a qualidade do ar, os custos de estacionamento e dos combustíveis, o número de acidentes, que foram depois agrupados em três categorias: infraestruturas, segurança e custos.

“Considerando que os condutores passam em média 200 horas por ano ao volante, só nos [Estados Unidos] EUA, decidimos analisar os múltiplos fatores que influenciam os condutores diariamente, das infraestruturas e trânsito, ao comportamento ao volante”, refere a nota introdutória do “The 2019 Driving Cities Index”, citada pelo Expresso.

Posicionada em 74.ª, à frente de Turim, na Itália, e de Chicago, nos EUA, Lisboa destaca-se pelo número de carros per capita, superior a cidades como Barcelona (0.39), Berlim (0,29) ou Estocolmo (0,24). Atenas, a capital grega, é a que apresenta o maior número de automóveis por habitante: 0,77.

Lisboa fica melhor na segurança

Apesar de colocada quase no fim da tabela das cidades mais amigas do automóvel, no que respeita à segurança Lisboa surge em 30.º lugar, com uma taxa de acidentes fatais na ordem dos 2,30 por cada 100 mil habitantes. Ulaanbaatar, na Mongólia, é a que pior resultados apresenta neste aspeto (16,50), seguida de Moscovo, na Rússia (23,40), e Karachi, no Paquistão (6,60).

O estudo revelou ainda que Calgary, no Canadá, é a melhor cidade para se conduzir um automóvel, graças aos baixos congestionamentos e fatalidades, enquanto a cidade de Mumbai, na Índia, é a que obteve um desempenho mais baixo em todos os parâmetros.

Quanto aos custos dos combustíveis, Lagos, na Nigéria, é a cidade que tem os preços mais baixos (0,40 dólares/litro), seguida do Dubai (0,59) e de San António (0,64), nos EUA. Lisboa surge entre os últimos 20 lugares da tabela, na 83.ª posição, com os preços fixados nos 1,67 dólares/litro. Oslo, a capital da Noruega, é a cidade com os combustíveis mais caros do mundo (1,91 dólares/litro).

No que respeita ao estacionamento, as cidades mais caras são Sidney, na Austrália, onde o preço por duas horas de parque chega aos 39,23 dólares, seguida de Nova Iorque (38,54). Lisboa surge a meio da tabela, na 49.ª posição, com um preço de estacionamento que ronda os 5,97 dólares/2 horas.

No capítulo dos impostos sobre a circulação automóvel, Roterdão é a mais cara, com um preço anual de 578.33 dólares, e Lagos, na Nigéria, a mais barata:13.99 dólares/ano. Lisboa aparece na segunda metade da tabela: 191,86 dólares/ano.

ZAP //

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here