Quer fazer a sua viagem de sonho em 2020? Aprenda a poupar já

“Não percebo uma palavra do que dizem… bem que devia ter aproveitado aquele curso gratuito de russo na faculdade, dava cá um jeito! Na verdade, também não preciso de falar, a visão da monumental estepe siberiana tira-me o fôlego… Acorda João! Preciso que cortes a relva!”

Enquanto resvala, lentamente, para a realidade e se apressa a cumprir a sua missão, uma brochura sobre uma viagem no mítico comboio Transiberiano escorrega-lhe do regaço, deixando entrever um preço: 2500 euros. “Bom, lá ficará para o ano…uma vez mais”, acaba por desabafar o nosso João.

E se o protagonista desta nossa pequena história não precisasse de acordar? E se a realidade, ao invés de esmagar o onírico, a ele se aliasse para lhe dar a oportunidade de gozar as férias de uma vida sem se preocupar com a falta de dinheiro? Se a falta de fundos o impede de concretizar as férias com que sempre sonhou, continue connosco e descubra alguns simples truques que o ajudarão a não deixar para amanhã os sonhos que pode concretizar hoje.

7 Formas de Poupar para a sua Viagem de Sonho

Estabelecer um objetivo concreto

Todos temos viagens que gostaríamos de realizar. De modo a não ficarmos eternamente no domínio do sonho, devemos priorizá-las. Defina o destino e a data em que pretende viajar. Para além de lhe permite ter um primeiro contacto com o valor que terá de gastar, estabelece, desde logo, um prazo para fazer as poupanças devidas.

Cortar nas “gorduras”

Evite gastos desnecessários. Caso não seja imprescindível, deixe mais vezes o carro na garagem e passe a andar de transportes públicos. Se não consegue abdicar do automóvel, saiba que o conceito de “car-sharing” (partilha de carro) encontra-se bem implantado em Portugal permitindo-lhe dividir com alguém os custos (combustível, portagens, etc) que normalmente tem com a sua viatura.

Foque-se no essencial, reduza as compras supérfluas. Procure cozinhar em casa, explore o seu lado de chef. Não só evita gastos em restaurantes como, no caso de convidar família e amigos, lhe permitirá diminuir as saídas noturnas e as despesas que daí advêm. Aproveite a exploração gastronómica para reavivar as tradicionais marmitas. Se o seu local de trabalho possui copa, aproveite para lhe dar uso.

Financiamento extra

Se o seu emprego lho permite, procure arranjar um part-time. Para além disto, pode igualmente vender as coisas de que já não necessita.

Estabeleça objetivos de poupança semanais

Vá colocando algum dinheiro de parte todas as semanas. Comece por um valor baixo e vá, gradualmente, aumentando-o com a aproximação da data de partida.

Leve companhia

Permite-lhe, não só, dividir os gastos como partilhar a viagem de uma vida com alguém.

Comprar antecipadamente (viagens e alojamento)

Como na maioria dos casos, efetuar a compra dos bilhetes (no caso de avião ou comboio) antecipadamente sair-lhe-á substancialmente mais barato. Se já o fez, pense em estender o procedimento para os alojamentos. Quer se trate de um hotel, de um hostel ou de uma casa alugada, a compra antecipada evitará transtornos e resultará na poupança de alguns euros. Caso queira levar a poupança ao limite, inscreva-se numa plataforma de couchsurfing, é simples e totalmente gratuito.

Um segredo: Crédito Consolidado

É tarde, o nosso João não conseguiu por tudo isto em prática, mas também não quer voltar a adiar o seu sonho. Há um segredo, mas não tão bem guardado que não o possamos revelar: juntar todos os créditos num único, o chamado crédito consolidado.

Com a solução de crédito consolidado Unibanco estas preocupações são arrumadas a um canto. Para que o sonho do João, e de tantos outros “Joões” por esse país fora, se transforme em realidade basta que ele se ligue à Internet, procure a página online do Unibanco e, uma vez lá dentro, clique na área de crédito consolidado.

Após esta simples tarefa, o nosso viajante terá ao seu dispor um simulador de crédito que lhe permitirá calcular o valor e o prazo que lhe for mais conveniente. Os valores disponíveis variam entre os €5.000 e os €50.000 (TAN desde 9,85% e TAEG de 13,4%) com um prazo de pagamento que vai dos 24 até aos 120 meses.

O João decidiu levar em conta um dos nossos conselhos e optou por levar companhia. Se, 2500 euros eram a meta, em duo, a viagem ficará à volta de 5000 euros.

Exemplo de crédito consolidado:

Exemplo para um monatnte de €5.000 a pagar em 24 mensalidades de €231,28. TAN 9,85% e TAEG 13,4%. MTIC €5.670,90. Ao valor da mensalidade acresce €1,50 de comissão de processamento das prestações e imposto aplicável.

Realizada a simulação de crédito consolidado, os passos necessários seguintes passam pelo preenchimento do formulário de adesão que inclui o montante pretendido, os dados pessoais e a documentação necessária para a finalização do processo. Concretizados estes passos, receberá um e-mail de confirmação da proposta em anexo e um pedido de envio de documentação para o endereço de correio eletrónico que previamente indicou. Simples, rápido e intuitivo.

Caso seja, ou passe a ser, cliente Unibanco passa a dispor, ainda, de uma Proteção de Crédito Consolidado que garante o pagamento de um capital em caso de morte da pessoa segura, ou no caso de verificação de sinistro relativo às coberturas complementares de invalidez, ou desemprego involuntário. A contratação facultativa é fácil e imediata, sendo solicitada através da proposta de adesão.

O João já conta os dias para embarcar rumo a Moscovo. E você, já começou a poupar?

aeiou //

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here