Utilizar o multibanco no estrangeiro: algumas dicas para garantir a sua segurança

Para onde quer que se viaje no mundo, o dinheiro é uma das necessidades mais essenciais. É por isso que a primeira coisa que muitos viajantes procuram quando chegam ao seu num país estrangeiro é um ATM (caixa multibanco).

Caixas multibanco geralmente resolvem o dilema do viajante onde rapidamente pode obter a moeda local. Todos os levantamentos, independentemente da quantidade, são trocados com base na taxa de câmbio em vigor. Estas máquinas existem praticamente em todo o lado o que as torna a escolha conveniente de viajantes com pouco dinheiro.

Lembre-se que não é prático nem seguro transportar muito dinheiro consigo na carteira. No entanto, aconselha-se que transporte uma quantia mínima como segurança para utilizar por exemplo na compra de um bilhete de autocarro ou num café. Nunca guarde as notas e as moedas num único lugar. Divida por vários compartimentos para evitar que num caso de roubo acabe sem nada.

Se vai viajar para o exterior e tenciona utilizar o seu cartão para fazer levantamentos em ATMs, tenha em atenção as seguintes dicas de modo a garantir o máximo da sua segurança.

Proteja os seus cartões e o seu dinheiro

Uma das melhores formas de proteger os seus documentos e levar uma quantia extra de dinheiro de forma discreta, é distribuí-los em vários envelopes almofadados, e guardá-los durante a viagem em malas separadas.

Os envelopes almofadados são também uma forma de proteger os seus cartões de crédito ou mutibanco, para evitar que se danifiquem durante a viagem. O envelopesonline.pt, loja de venda online de envelopes e embalagens, tem uma variada gama de envelopes coloridos e práticos que o ajudam nessa tarefa.

Contacte o seu banco

Mudanças repentinas da sua atividade bancária, tais como levantamentos frequentes num país estrangeiro, usando o seu cartão multibanco, por vezes dispara um alerta de fraude e pode levar o seu banco a congelar a sua conta.

Para evitar ser preso no exterior sem um cartão de multibanco a funcionar, contacte o seu banco antes de viajar para que eles saibam para onde e quando vai viajar. Em muitos casos, já é possível realizar um aviso online para notificar o seu banco das suas movimentações. Não deixe tudo para a última da hora e trate do assunto pelo menos com dez dias de antecedência.

Vá de viagem prevenido

Antes de sair de casa certifique-se que o seu cartão funciona no país para onde viaja. Confira o verso do seu cartão para ver quais as redes a que o seu cartão está ligado. Isto vale tanto para débito, crédito ou múltiplos (débito e crédito). Contacte o seu banco para obter assistência.

Tenha consigo o contacto do seu banco quando viajar, no caso de o seu cartão não funcionar como espera, assim como o contacto do seu agente de viagens para o caso de necessitar de regressar a casa mais cedo.

É importante estar prevenido caso o seu cartão seja perdido, roubado ou retido por uma máquina de ATM.

O ideal é estar preparado para todas as circunstâncias. Tenha uma variedade de opções de pagamento, como cartões de crédito, cartões de débito, cheques e moeda, para não ser apanhado de surpresa caso o seu cartão não funcione.

Obter a melhor taxa de câmbio

Muitos bancos cobram taxas mais elevadas para os levantamentos em caixas multibanco internacionais ou uma determinada percentagem do seu levantamento.

Verifique com seu banco antes de cada viagem ao estrangeiro, pois estas taxas podem mudar e muitas vezes sem aviso prévio. Por vezes é cobrada também uma taxa pelo proprietário do ATM estrangeiro.

Uma vez que estas taxas estão sempre a mudar e podem subir sem aviso prévio, o ideal é retirar quantias de dinheiro superiores ao que costuma levantar no seu dia-a-dia no seu país para evitar o pagamento de novas taxas num próximo levantamento.

Quando notificar o seu banco, da saída do país aproveite para confirmar qual é o montante máximo de dinheiro que pode retirar de uma caixa multibanco do país para onde vai. Geralmente existem limites diários para cada banco e convém saber qual será o seu no país para onde vai.

Levantar dinheiro

Pode usar um cartão de crédito, apesar de ser mais inseguro no caso de se perder, ou um cartão de débito. Tenha atenção que, por vezes, existem hostels ou supermercados que não aceitam o pagamento com cartão de crédito.

A maioria das caixas multibanco aceitam todas as redes para o levantamento de dinheiro. No entanto, convém sempre conferir. Só conseguirá levantar dinheiro, se a caixa multibanco tiver o mesmo símbolo da rede do seu cartão, que encontrará também inscrito no próprio cartão. Geralmente são as redes Plus (para Visa), Cirrus (Mastercard) e American Express.

Na maioria das caixas de multibanco, quando introduzir o seu cartão, será identificado como estrangeiro e rapidamente aparecerá a opção para mudar de idioma. Se não encontrar a sua língua nativa, opte pelo inglês que é a língua universal.

Depois de inserir o PIN, ou seja a sua senha de quatro dígitos, deverá selecionar a operação WITHDRAWAL (levantamento) no modo CHECKING ACCOUNT (conta corrente).

Muitas máquinas vão perguntar se concorda com a sobretaxa de uso e depois se quer ou não recibo.

Não desespere se por qualquer motivo não conseguir realizar a operação. Anule todo o processo e recomece com mais calma. Se for preciso, dirija-se a outro terminal de multibanco.

Todos os aeroportos possuem caixas de multibanco. Trata de levantar dinheiro logo que chega para evitar andar depois à procura de uma caixa num sítio que ainda não conhece.

Proteja-se

Antes de usar um ATM observe o ambiente à volta. Se a máquina estiver escondida, num sítio com pouca visibilidade ou mal iluminado vá a outro ATM. Tenha sempre alguém consigo, especialmente à noite, quando for levantar dinheiro. Tenha o seu cartão à mão, pronto a usar.

Proteja o teclado quando introduzir o PIN de modo a não ficar visível a ninguém. Conte o dinheiro mais tarde e guarde sempre o recibo. Se notar algo suspeito, cancele a transação e saia imediatamente. Se alguém o seguir depois de fazer uma transação vá para uma área movimentada e bem iluminada e chame a polícia.

Como lida com dinheiro no estrangeiro? Partilhe connosco a sua experiência!

Margarida Sousa, GdV //

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here