Ilhas Galápagos – espécies endémicas mas não só

Galápagos

Paul Fernandez

As Ilhas Galápagos são um arquipélago de ilhas vulcânicas distribuídas no Oceano Pacífico, de ambos os lados do Equador, 926 km a oeste da República do Ecuador. As Ilhas Galápagos e as suas águas circundantes formam uma província equatoriana, um Parque Nacional e uma Reserva Biológica Marinha. A principal língua nas ilhas é o espanhol. As ilhas são famosas pelo vasto número de espécies endémicas, que foram estudadas por Charles Darwin durante a viagem do Beagle. As suas observações contribuíram para o início da teoria da evolução por seleção natural.

carregue no play para ver fotos

Estas 19 ilhas estão localizadas na confluência de três correntes oceânicas. A atividade sísmica e vulcânica contínua, juntamente com o extremo isolamento das ilhas, levaram ao desenvolvimento de vida animal incomum. A fauna endémica inclui espécies de invertebrados, répteis, aves e alguns mamíferos.

A atividade humana precoce nas ilhas foi extremamente prejudicial para a vida selvagem. 24% das espécies de plantas e 50% das espécies de vertebrados são ainda consideradas como ameaçadas de extinção devido à atividade humana em épocas anteriores. A pesca clandestina de coral negro, lagosta, barbatana de tubarão, pepino do mar e cavalo-marinho é extremamente destrutiva para a vida marinha.

Devido ao seu isolamento e à posição na linha do Equador, as Galápagos podem ser visitadas durante todo o ano. Existem apenas duas estações principais: a estação seca de junho a dezembro e a estação quente de dezembro a maio.

Embora alguns dos barcos de cruzeiro que o podem levar a estas ilhas o poderão fazer lembrar um resort de luxo das Caraíbas, estas ilhas não são paraísos do Pacífico. Na realidade, a maioria das ilhas são desprovidas de vegetação.

Existem, no entanto, a viver aqui, mais pessoas do que se pensa. Mais de 30000 habitantes e a população está a crescer. Há um nível surpreendente de desenvolvimento.

A Ilha de Santa Cruz tem a maior e mais desenvolvida cidade das Galápagos. É um destino cheio de praias de fácil acesso e uma base para atividades de aventura.

Puerto Ayora, a maior cidade em termos de população e tamanho nas Galápagos, é uma surpresa para a maioria dos visitantes que não espera encontrar nada mais do que plantas e animais nas ilhas. Aqui encontrará escolas, hotéis, restaurantes, lojas de roupas, supermercados, lojas turísticas e clubes noturnos.

Puerto Ayora tem um hospital, inaugurado em 2006, e é lá que se localiza a Fundação Charles Darwin e o Parque Nacional de Galápagos.

As Ilhas Galápagos vão levá-lo pensar de forma diferente sobre o mundo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here