Para evitar a desertificação, há uma cidade a vender casas a 1 euro

A cidade de Bisaccia, em Itália, está a vender 90 imóveis por apenas um euro. O compromisso é que os compradores renovem as habitações.

A cidade italiana de Bisaccia, no sul da Campânia, em Itália, está a vender 90 prédios em ruínas por apenas um euro cada uma. A medida não é única e o objetivo passar por atrair população para a cidade, que aos poucos se está a desertificar.

“Enfrentamos uma situação muito particular aqui. [A área abandonada] espalha-se pela parte mais antiga da vila. As casas abandonadas estão agrupadas, umas ao lado das outras, pelas mesmas estradas. Algumas até partilham uma entrada comum”, disse o vice-presidente da câmara, Francesco Tartaglia, em declarações à CNN.

“É por isso que damos as boas-vindas a famílias, grupos de amigos, pessoas que se conhecem ou investidores para unir forças. Damos o incentivo para que comprem mais de uma casa, para realmente ter um impacto e dar vida nova”, acrescentou.

No entanto, como é habitual neste tipo de iniciativas, os compradores dos imóveis têm certos compromissos a manter. Neste caso, como os edifícios estão altamente degradados, o comprador fica encarregue de renovar a propriedade. Todavia, como destaca o DN, não há um valor mínimo para o investimento nem um prazo para efetuar a renovação.

“Isso garante que o processo de venda será rápido e tranquilo, não precisaremos de andar atrás de descendentes de antigos proprietários nem ter problemas com terceiros”, salientou o autarca. Tartaglia explica ainda que o povo local é conhecido pela sua hospitalidade e que “os recém-chegados são mimados e bem cuidados”.

Os habitantes de Bisaccia têm, aos poucos, abandonado a cidade à procura de melhores condições de vida. Muitos deles optam por se mudar para Nápoles, que se localiza a 115 quilómetros desta pitoresca cidade.

Há um ano, o município italiano de Sambuca, localizado na região italiana da Sicília, também anunciou estar a vender casas por um euro, visando travar o declínio populacional que a zona tem sofrido nos últimos anos. Em maio, a cidade italiana de Mussomeli, no sul da Sicília, também colocou 500 casas abandonadas à venda por um euro cada.

ZAP //

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here