Há cidades que, em 2050, vão ser quentes demais para se visitar

cuellar / Flickr

Madrid é um dos destinos europeus mais visitados, mas também um dos mais quentes e secos

Em 2050, há cidades que vão ser vítimas do flagelo das alterações climáticas. As altas temperaturas vão impedir que os turistas explorem cada recanto destas metrópoles.

Os efeitos das alterações climáticas são cada vez mais visíveis.. Durante este ano, e pelo quarto ano consecutivo, as temperaturas máximas atingiram valores históricos em diversas regiões do planeta.

O grupo de cidades mundiais que combate as mudanças climáticas, C40 Cities Climate Leadership Group, revelou que cerca de 350 grandes metrópoles são afetadas por temperaturas superiores a 35º Celsius, ao longo de três ou mais meses. Mas em 2050 é previsto que este número aumente para cerca de 970 cidades.

Segundo o Diário de Notícias, as cidades podem precaver-se e adaptar-se a estas temperaturas, através da criação e melhoramento de parques naturais, lagos e infraestruturas, mas também ao fornecer locais para os viajantes descansarem à sombra e se refrescarem.

Entre as cidades mais afetadas pelas alterações climáticas, encontramos algumas das metrópoles mais visitadas pelos turistas.

ZAP //

ZAP //

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here