Jim Bachor tapa os buracos das ruas de Chicago com mosaicos sobre a pandemia

O artista Jim Bachor transforma os buracos das ruas de Chicago em verdadeiras obras de arte. Um tributo à pandemia no chão norte-americano.

Em tempos cinzentos, Jim Bachor decidiu pintar as ruas da cidade norte-americana de Chicago com alguma cor: o artista colocou mosaicos coloridos nos buracos do pavimento no lado norte de Chicago, criações que brilham com a luz do Sol e decoram o chão com “um pouco de alegria inesperada”.

Entre os mosaicos, há um que retrata uma lata de cerveja Old Style, marca produzida em Chicago; outro um rolo de papel higiénico; um frasco de desinfetante e a bandeira de Chicago, em homenagem à cidade que perdeu 1830 pessoas vítima do novo coronavírus.

As criações, com cerca de 60 centímetros, foram instaladas há três semanas, através do mesmo processo que usou nas outras 85 que espalhou pela cidade.  Para Bachor, trata-se de “encontrar um pouco de humor em momentos que não são engraçados“.

Os habitantes de Chicago já estão familiarizados com estes buracos em forma de obra de arte. Em entrevista à Reuters, o artista conta que os buracos no chão são já um hábito na cidade norte-americana, e tenta contrariá-los com aquilo que sabe fazer de melhor: arte.

Bachor já preenche os buracos com mosaicos desde 2013, altura em que se deparou com uma gigante cratera no lado noroeste da cidade. Algumas das suas obras retratam objetos diários, como um cone de gelado, ou objetos como pequenos animais e flores.

Numa primeira fase, o artista passou cerca de oito a dez horas a trabalhar no seu estúdio. Depois, dirigiu-se aos quatro buracos com água, cimento e os mosaicos, tendo demorado cerca de duras horas a​ inseri-los nas ruas.

ZAP //

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here