Resorts com Casinos no Brasil – Estará para Breve?

Vários empreendimentos hoteleiros estão interessados no perfil de viajante apaixonado por casinos e investiram em atividades de casino sem apostas reais. Assim, garantem que o viajante não precisa sair do Brasil para desfrutar dessa experiência.

O Hotel Copacabana Palace realizou a última partida de roleta no Brasil a 30 de abril de 1946. Por causa do decreto-lei 9.215, os 70 casinos licenciados viram-se forçados a fechar portas e os “jogos de azar” foram proibidos no Brasil.

A possibilidade de legalização dos casinos no Brasil faz aumentar o interesse de grupos internacionais de investidores. Esta medida tem o objetivo de criar emprego, salário e melhorar as receitas dos cofres públicos.

Investimento Estrangeiro

O investimento estrangeiro no Brasil sofreu uma queda acentuada, mas o governo federal está a pensar na legalização de casinos e apostas como medida para mudar esse cenário. Desde 1946 que os jogos e casinos estão proibidos no Brasil.

Para os defensores da legalização de casinos e hotéis-casino em território Brasileiro, esta é uma medida benéfica para todos. Além de colocar a economia a mexer, aumenta o turismo, já que os casinos são pontos de atração para turistas e que geram milhões todos os meses.

Há vários países que usam essa medida, como é o caso dos Estados Unidos e Uruguai. Estima-se que a regulamentação dos casinos poderia trazer mais de 18 bilhões de reais em impostos para os cofres públicos. O fator económico tem sido o argumento usado pelos apoiantes da legalização.

O Mercado Brasileiro

Apesar de atualmente os chamados “jogos de azar” serem ilegais no Brasil, a Frente Parlamentar Mista pela Aprovação do Marco Regulatório dos Jogos, aponta que todos os anos sejam gerados 60 bilhões de reais. Esta prática gera mais de um milhão de empregos diretos e indiretos.

Há ainda especialistas e instituições que entendem que a legalização dos casinos pode ser uma oportunidade de crescimento para o turismo. Os impostos gerados através dos casinos podem ser usados para melhorar as infraestruturas para os visitantes, como estradas e aeroportos. Se algumas das propostas forem aprovadas será possível abrir resorts com casinos em todo o Brasil.

Se esses resorts casinos forem abertos em regiões turísticas, este será mais um atrativo para os turistas.

As propostas de lei incluem uma série de mecanismos de controlo para evitar que os casinos se transformem em mecanismos de lavagem de dinheiro. Um desses mecanismos é a limitação de um bingo a cada 150 mil habitantes, e um limite de casinos em funcionamento por cada estado.

Legalização dos Casinos no Brasil

O governo de Jair Bolsonaro já deu vários sinais de aprovação da legalização dos casinos no Brasil. Alguns grupos internacionais já começaram a dar os primeiros passos para investir no Brasil.

Um desses exemplos é a Caesars Entertainment, com mais de 50 estabelecimentos em seis países. O grupo já comunicou que tenciona abrir três grandes complexos integrados, incluindo casinos, hotéis e shoppings. Os locais escolhidos pela Caesars Entertainment são São Paulo, Salvador, Rio de Janeiro e Brasília.

A maior empresa de casinos dos Estados Unidos, a Las Vegas Sands, tenciona expandir a sua rede no Brasil. O presidente da câmara do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, reuniu-se com Sheldon Adelson, proprietário da Las Vegas Sands para estudar a possibilidade de abertura no Rio de Janeiro. Marcelo Crivella também se encontrou com James Murem do grupo MGM Resorts para estudarem a mesma possibilidade.

Os debates sobre a legalização continuam no Congresso Nacional com grupos contrários à medida a afirmarem que o Brasil não tem estrutura para fiscalizar a atividade e os investimentos seriam maiores que o retorno.

A decisão da legalização deve estar para breve e os grupos internacionais estão prontos para avançar com a abertura de resorts e espaços para os amantes de casino.

aeiou //

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here