Espuma tóxica invade uma das praias mais famosas da Índia

Uma espuma branca tóxica cobriu uma das praias mais famosas da Índia, em Chennai, pelo quarto dia consecutivo na segunda-feira, criando um novo risco de poluição para o país.

Esta é a maior praia urbana da Índia e recebe dezenas de milhares de visitantes diariamente. Apesar dos alertas feitos aos pescadores para não entrarem no mar nesta região, as crianças brincam e os turistas tiram fotografias, sem notar o cheiro azedo que emana da espuma, segundo conta a AFP.

A espuma também é um visitante recorrente na praia, aparecendo todos os anos quando as chuvas das monções levam a poluição para o mar. A espuma será o resultado de uma mistura de resíduos de detergente e outros detritos, levados pelo vento e pelas ondas numa espuma.

Em declarações à agência de notícias, Pravakar Mishra, cientista do Centro Nacional de Pesquisa Costeira, disse que apenas 40% das águas residuais de Chennai são tratadas. O restante do esgoto da cidade de mais de sete milhões de pessoas é levado diretamente para o mar.

A espuma pode causar irritação e danos à pele. Uma autoridade ouvida pelo The Indian Express, citada pela BBC, afirmou que a poluição levaria “um ou dois dias” para ser diluída.

Jeyaseelan, um pescador, disse à AFP que o valor do peixe que capturou caiu para zero, já que os habitantes locais suspeitam que o peixe esteja contaminado pela poluição visível na praia.  Em 2016 e 2017, o escoamento da poluição causou a extinção de peixes em massa na costa perto de Chennai.

A poluição é um problema crescente na Índia. A poluição atmosférica obstruí as áreas urbanas em rápida expansão do país e as práticas inadequadas de saneamento de água criaram cursos de água tóxicos.

Em 2017, foram vistos meia dúzia de cães azuis brilhantes num subúrbio de Mumbai. Os cães tinham entrado no rio Kasadi perto de uma planta industrial que estava a libertar corante azul diretamente na hidrovia.

Poluição plástica e outros tipos de lixo também estragam as praias. “A poluição é agora uma ameaça maior para as praias da Índia do que o aumento do mar”, concluiu Mishra.

ZAP //

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here