Mona Lisa está de volta a “casa” (e protegida com vidro à prova de bala)

Werner Willmann / Wikimedia

A Mona Lisa tem um novo vidro a protegê-la. O Museu do Louvre instalou um vidro mais transparente e à prova de bala para guardar a obra de Leonardo da Vinci, que está atrás de um vidro desde o início dos anos 50.

A medida de segurança foi adotada depois de a obra ter sido danificada por um visitante que despejou ácido sobre ela. Desde então já houve outras tentativas de vandalizar um dos quadros mais famosos do mundo, mas foram todas frustradas.

O curador de arte italiana do século XVI no museu disse à Reuters Television que a tecnologia do vidro melhorou muito nos últimos anos e o novo vidro, além de proteger a obra, permite a melhor experiência de visualização possível.

A Mona Lisa regressou esta segunda-feira ao seu espaço habitual no Louvre, após obras na sala em que o quadro é exposto com o objetivo de conseguir receber de modo mais eficiente o grande fluxo de visitantes do museu. Após dois meses de obras, a célebre pintura de Leonardo da Vinci foi transferida da Galeria Medicis para a Sala dos Estados, diante do maior quadro do museu, “O Casamento em Caná”, de Paolo Veronese.

“Aproveitámos esta oportunidade para mudar o vidro de proteção que não era mudado há 15 anos. De facto, a tecnologia melhorou significativamente. Hoje a “Mona Lisa” beneficia de um vidro extremamente transparente que dá a impressão que estamos muito próximos da obra”, disse o curador e historiador de arte, Vincent Delieuvin, à Euronews.

O museu implementou ainda um sistema de de duas filas de forma a permitir a todos os visitantes aproximarem-se da obra de arte. Em média, cerca de 30 mil pessoas visitam diariamente o museu para verem a “Mona Lisa”. Cada pessoa passa 50 segundos a contemplar a obra.

A Sala dos Estados não passava por obras há 15 anos. As obras melhoraram a iluminação e alteraram o circuito de circulação dos visitantes, entre outras modificações.

A Mona Lisa é o símbolo do maior museu do mundo e alguns diretores do centro cultural chegam a lamentar que certos turistas se interessem apenas por esta obra durante suas visitas. No ano passado, 10,2 milhões de pessoas visitaram o Louvre. No dia 24 de outubro o Louvre vai inaugurar uma grande exposição sobre Leonardo da Vinci, mas a Mona Lisa não será deslocada para a ocasião.

ZAP //

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here