Em Nova Iorque, há sacos de boxe espalhados pelas ruas para aliviar o stress

Para ajudar as pessoas a lidarem com o stress e as frustrações, há sacos de boxe espalhados pelas ruas de Nova Iorque. Uma ideia de um gabinete de design que está a ser muito bem acolhida por quem vive na cidade dos EUA.

Foi no âmbito da Semana do Design de Nova Iorque que um estúdio de design resolveu espalhar sacos de boxe pela “cidade que nunca dorme”. Um epíteto que encaixa na perfeição a Nova Iorque, cidade onde os níveis de stress estão também em níveis elevados dado o constante reboliço de pessoas.

Para ajudar os nova-iorquinos a ultrapassarem a tensão do dia-a-dia, o estúdio de design Donttakethisthewrongway (Não leves isto a mal na tradução para Português) desafia os habitantes a esmurrarem os sacos de boxe que se podem encontrar por várias ruas.

Nas redes sociais, já várias pessoas publicaram imagens com estes sacos de boxe, elogiando a ideia, como é o caso da actriz e artista Anna Kyra Hooton.

Esta actriz pouco conhecida até pede ainda mais destes equipamentos “por cada dono de cão cretino que não apanha o que ele faz, por cada pagamento de renda gigantesco, por cada dingo que pára à entrada de uma estação de metro para ver o seu telemóvel, pela falta geral de ar fresco nesta ilha”, desabafa. Ela também lamenta que há “tanta raiva” e “tão pouco tempo” para libertar toda essa tensão.

O gabinete de design que teve a ideia alega que se inspirou num estudo recente divulgado pelo The New York Times (NYT) que revela que os norte-americanos estão entre os povos mais stressados do mundo.

Neste inquérito realizado com mais de 150 mil pessoas em todo o mundo, cerca de 55% dos adultos norte-americanos inquiridos disseram sentir-se stressados durante “grande parte do dia”. A nível mundial este indicador ficou-se pelos 35%.

Na mesma pesquisa, 45% dos norte-americanos alegaram ter estado “muito” preocupados no dia anterior ao inquérito – a percentagem mundial ficou-se pelos 39%.

Este inquérito realiza-se há cerca de 10 anos e o número de pessoas que relataram sentir raiva, stress e preocupação atingiu neste ano os níveis mais elevados de sempre, de acordo com o NYT.

SV, ZAP //

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here