Fontana di Trevi dá um milhão e meio de euros por ano

O monumento italiano, um dos locais mais turísticos do mundo, rende cerca de um milhão e meio de euros, dinheiro que tem sido utilizado pela Cáritas.

Numa altura em que a maioria das pessoas começa a ir de férias, há um monumento em Itália que é muito conhecido pela sorte: basta uma moeda e acreditar nisso.

A Fontana di Trevi é, a seguir ao Vaticano, um dos sítios mais procurados pelos turistas que visitam Roma. A maior fonte do estilo barroco em Itália tem 26 metros de altura e 20 metros de largura.

O nome Di Trevi deve-se ao facto de se situar no cruzamento de três estradas que marcam o ponto final do Acqua Vergine, um dos mais antigos aquedutos que abasteceu a cidade que foi, outrora, a capital de um dos maiores impérios da História.

Como relata a Rádio Renascença, é tradição que, quem pede um desejo, atire uma moeda para dentro da fonte. Turistas de todo o mundo tentam a sorte e, por ano, deixam cerca de um milhão e meio de euros. O dinheiro tem sido utilizado pela Cáritas em projetos de solidariedade social.

A fonte mais procurada de Roma recebe, em média, 450 mil visitas por mês, 1.200 por hora. Já serviu de cenário em filmes como a Fonte dos Desejos, de 1954, ou La Dolce Vita, de Fellini.

ZAP //

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here