Japão vai comprar ilha desabitada para exercícios militares dos Estados Unidos

O Japão anunciou esta segunda-feira que concordou em comprar uma ilha desabitada destinada a exercícios militares dos Estados Unidos.

De acordo com a agência AFP, trata-se da ilha de Mageshima, no sudeste do país, para a qual o Governo do Japão desembolsou cerca de 146 milhões de euros.

O porta-voz do executivo japonês, Yoshihide Suga, afirmou que o acordo de compra foi firmado na passada sexta-feira, 29 de dezembro, após “negociações entre o Ministério da Defesa e a empresa imobiliária que detém a maior parte da ilha”.

A ilha deverá passar a abrigar os exercícios militares dos caças norte-americanos.

Em 2011, Tóquio e Washington decidiram mudar um centro de treinos de caças norte-americanos para Mageshima, a cerca de 30 quilómetros da costa do Japão.

Atualmente, os exercícios das aeronaves dos Estados Unidos são realizados em Iwo Jima – um importante campo de batalha da II Guerra Mundial -, a cerca de 1.200 quilómetros a sul de Tóquio. Esta localização, defendem os Estados Unidos, é muito distante da base militar norte-americana de Iwakuni.

Segundo Yoshihide Suga, será construída uma infraestrutura na ilha desabitada para que esta possa acolher exercícios de treino de pouso.

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, tem insistido que tanto o Japão com outros dos seus países aliados devem contribuir mais para os custos da sua própria defesa. Tal como recorda o portal G1, o Japão depende em grande parte dos Estados Unidos no que respeita a defesa, havendo uma aliança bilateral de segurança entre ambas as nações.

Alguns moradores próximos da ilha de Mageshima mostraram preocupação com o barulho que a nova base aérea possa causar.

ZAP //

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here