Como viajar com animais: 5 dicas para levar o seu amigo na viagem!

Foto de cão e gato lado a lado.

Jim G

Qualquer pessoa que tenha animais de estimação sabe que a altura das férias é sempre a mais delicada e pode tornar-se um desafio incluir o seu amigo de quatro patas na viagem. Por isso, neste artigo partilhamos consigo 5 dicas para viajar com animais de forma muito simples e fácil. Fique connosco.

[toc]

No entanto, as férias não precisam de ser uma preocupação nem motivo para o abandono dos animais. Existem formas que lhe podem facilitar a vida e ainda dar-lhe o prazer de ter o seu amigo consigo.

Saiba os cuidados que deve ter quando viaja com os seus animais de estimação e qual a melhor forma de ter umas férias calmas e bem-sucedidas.

#1 Prepare a viagem

Foto de notas e moleskine afixadas.

Bohman

A melhor forma de evitar imprevistos é planear cuidadosamente a sua viagem. Cada animal tem uma personalidade própria e é possível ao seu dono calcular os percalços que poderão ocorrer.

Antes de cada viagem visite o veterinário e verifique que o seu animal está de boa saúde e que não irá necessitar de cuidados especiais durante as férias.

Saber antecipadamente o que poderá acontecer é a melhor forma de se precaver.

Imagine o seu dia-a-dia no local para onde se irá deslocar e certifique-se que o seu animal poderá estar presente em todas as fases ou que terá uma alternativa possível.

Se vai passar férias numa praia, verifique se pode levar o seu animal ou se terá que procurar uma alternativa perto.

Caso seja um animal que não seja viável levar para uma praia, como um gato, pondere escolher um hotel ou casa onde ele possa esperar comodamente por si como se estivesse em casa.

#2 Escolha cuidadosamente o alojamento

Foto de placa de quarto de hotel.

Bob B. Brown

O alojamento é um dos pontos mais importantes a ter em conta quando planeia viajar com animais.

Tenha em conta o seu animal, pois os cães, gatos, etc., têm necessidades e comportamentos distintos.

Mesmo dentro da mesma espécie, é possível que dois animais se comportem de modo totalmente diferente.

Verifique antecipadamente se o local de destino aceita animais para não ter surpresas desagradáveis.

Se o seu animal é agitado durante a noite, por exemplo, tente optar por casas em vez de quartos de hotel.

Caso seja um animal que precisa de bastante espaço, considere uma casa com jardim/terraço ou até um parque de campismo.

O mais importante é que nunca se esqueça do seu animal na altura da escolha do alojamento.

Viajar com animais nem sempre é fácil, mas verá que se tornará mais cómodo se tiver em conta as necessidades do seu amigo, desta forma ele portar-se-á melhor e terá umas férias mais descansadas.

#3 O meio de transporte

Foto de vários autocarros alinhados.

Gene Hunt

A viagem em si não deve nunca ser menosprezada pois é nesta fase que muitas vezes acontecem os maiores imprevistos e incómodos.

Caso opte for fazer a viagem de carro, teste primeiro se o seu animal é tolerante aos movimentos do veículo, dê um passeio com ele e veja o comportamento.

Caso o seu animal enjoe, caso bastante comum, fale com o veterinário que lhe poderá indicar meios de evitar esta situação, como uns comprimidos antienjoo.

Poderá fazer a viagem de comboio ou outro meio de transporte público desde que este aceite animais e que o seu amigo de quatro patas se saiba comportar na presença de outras pessoas.

Tudo isto poderá ser verificado e treinado elaborando umas viagens curtas de teste.

Não se esqueça das necessidades básicas do animal como comida, água e acesso a uma casa de banho.

Viaje com comedouros e bebedouros portáteis e certifique-se que o seu animal poderá ir a uma casa de banho em tempo útil.

#4 Pense nos outros

Foto a preto e branco de mãos juntas.

jowiki

Para quem gosta de animais, viajar com a presença deste pode ser um privilégio, no entanto deve ter em conta que nem todas as pessoas são iguais e que poderá ter vizinhos ou companheiros de viagem que podem não o apreciar.

Conheça o seu animal de estimação e certifique-se que ele se manterá calmo na presença de outras pessoas.

Na escolha do alojamento indique claramente que está a viajar com um animal e escolha um local que se adapte às necessidades do mesmo.

Nas praias ou em outros locais públicos, certifique-se que o seu animal está junto a si e que não irá importunar outros transeuntes. Tente manter o seu animal entretido com brinquedos para que este não se sinta impaciente.

Lembre-se que está de férias mas continua a ser responsável pelo seu animal de estimação.

#5 Hotéis para o seu amigo

Foto de uma casota de cão em madeira.

Donald Scott

Se mesmo após todas estas sugestões ainda julga que viajar com animais não é para si, saiba que existem bons locais onde os pode deixar enquanto vai de férias.

Se não tem nenhum amigo ou familiar que tenha espaço e disponibilidade para ficar com ele, poderá optar por um dos muitos hotéis para animais.

Procure bem antes de decidir, verifique os preços, a disponibilidade e se possível desloque-se antecipadamente ao hotel para verificar as condições.

Não se esqueça que nas alturas de férias mais comuns, como o verão, o Natal, a Páscoa, etc., os hotéis tendem a estar lotados. Não se deixe surpreender e marque antecipadamente a estadia do seu amigo.

Abandonar o seu animal não é opção, atualmente existem inúmeras maneiras de ambos terem umas férias merecidas.

Viajar com animais tornou-se simples!

Viajar com animais não tem que ser aquele pesadelo tão anunciado! Para ter umas férias agradáveis e sem percalços basta conhecer o seu animal e ter em conta as suas necessidades.

Na maior parte das vezes que existem problemas, a responsabilidade recai sobre os donos pois estes não efetuaram a preparação necessária.

É muito fácil ignorar as necessidades dos animais e pensar apenas nas nossas, no entanto é certo que não irá correr bem.

Os animais têm necessidades muito específicas e estas têm que ser respeitadas.

Caso o animal esteja satisfeito e tenha as condições ideais, muito dificilmente lhe trará problemas.

Antes de viajar com animais, imagine mentalmente toda a viagem e certifique-se que o seu animal se encaixa em todas as fases.

Se por algum motivo, levar o seu animal consigo não for viável, opte por deixá-lo num amigo ou num hotel, desta forma evitará destruir as suas férias e causar stress desnecessário ao animal.

A palavra-chave é planear: planeie e tenha uma ótima viagem com o seu animal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here