“Cascata de fogo” está de volta aos Estados Unidos (mas apenas por alguns dias)

Lightsparq Photography / Facebook

A “cascata de fogo”, ilusão de ótica que ocorre quando a água da catarata de Horsetail parece ser um fluxo de água ardente quando banhadas com as primeiras luzes do Sol, pode ser novamente vista no Parque Nacional de Yosemite, no estado norte-americano da Califórnia.  

O fenómeno, que atrai centenas de turistas, dura cerca de 10 minutos diários durante cerca de duas semanas em fevereiro, caso as condições sejam muito boas.

A “cascata de fogo” depende do volume de água que depende da quantidade de neve que há nas montanhas que, por sua vez, depende do facto de as temperaturas serem quentes o suficiente para a derreter. Em outubro, o Sol ilumina a área com o mesmo ângulo, mas o fenómeno não é observado, uma vez que a corrente não tem a força necessária.

Ou seja, é necessário que as condições de água e luz estejam no ponto certo para que o fenómeno ótico possa ser visto.

Este ano, a observação da cascata tem sido excecional graças à chuva e à neve mais frequentes no parque da Califórnia, que são os “ingredientes” fundamentais para que o fenómeno ocorra, explicou o porta-voz do Parque Nacional de Yosemite, Scott Gediman, em declarações à emissora CNN.

O fenómeno tornou-se popular depois de a revista National Geographic ter publicado uma fotografia do fotógrafo Galen Rowell numa edição de 1973. Desde então, os parque e as suas famosas “cascatas de fogo” mobilizam amantes da natureza de todo o mundo.

ZAP //

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here