Turista apanhado a gravar as suas iniciais no Coliseu de Roma. Arrisca ser condenado a prisão

Um turista foi apanhado a gravar as suas iniciais no Coliseu de Roma, em Itália, e arrisca ser punido com um até um ano de prisão.

De acordo com o diário italiano La Repubblica, o turista, de nacionalidade irlandesa, foi acusado de vandalizar o Coliseu de Roma depois de seguranças do monumento, que é considerado Património da Humanidade, o terem encontrado a gravar as iniciais do seu nome num pilar recorrendo a um objeto pontiagudo.

O Coliseu de Roma é também considerado uma das sete maravilhas do mundo moderno e, por isso, o acusado enfrenta acusações por danos agravados a bens de interesse histórico e artístico, avança a imprensa internacional.

Se for condenado, a moldura penal pode ir de um multa de pelo menos 2.000 euros até a um ano de prisão, escreve ainda o jornal italiano.

“O Coliseu, como qualquer outro monumento que represente a história de todos nós, deve ser preservado e entregue às gerações futuras”, disse a arqueóloga Federica Rinaldi, responsável pelo antigo anfiteatro romano. “É um monumento que merece o respeito de todos porque pertence a todos e é assim que deve continuar”.

No último ano, várias cidades italianas, como é o caso de Roma e Veneza, aplicaram uma série de medidas para preservar o património do país e controlar os comportamentos dos visitantes, que nem sempre cumprem as regras definidas em espaços históricos.

ZAP //

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here