Apareceu do nada e tornou-se numa atração turística: Shelly Island, a nova ilha dos EUA

@chadonka / Instagram

A nova ilha na costa leste dos Estados Unidos tem até 1,6 km de extensão e e é separada por 20 m de mar – mas as autoridades já alertaram para os perigos da travessia

Uma nova atração turística apareceu na costa leste dos Estados Unidos: Shelly Island, a “Ilha Conchuda”, que, dependendo da maré e das condições climáticas, pode chegar a ter até 1,6 km de extensão e 145 metros de largura.

É um banco de areia, em formato de semicírculo, que cresceu até se tornar numa ilha separada do continente americano por um braço de mar de cerca 100 metros de comprimento por 20 de largura.

Shelly Island situa-se no sul de um dos pontos turísticos do país: o Cape Point, do Parque Nacional Costeiro de Cape Hatteras, na Carolina do Norte. Quando a ilha foi vista pela primeira vez, em abril do ano passado, os habitantes locais descreveram-na como um “monte de areia” a sair da água.

Mas, como explica Dave Hallac, diretor do Parque Nacional, da mesma maneira que apareceu – de repente – a ilha pode também “desaparecer por inteiro”.

“Eu e a minha namorada estávamos a conduzir até Cape Point para apanhar caramujos depois de uma tempestade, quando vimos um banco de areia no meio do mar, onde não se podia chegar de carro”, contou Koczera, um turista de Connecticut que tirou fotos à ilha que acabaram por se tornar virais no Instagram.

“Levei um drone e percebi, lá do alto, que havia mesmo uma ilha ali. Mas não tivemos a oportunidade de chegar até lá por causa da corrente forte”. O fotógrafo disse que voltou ao local umas cinco vezes – e foi aquele o local escolhido para pedir a namorada em casamento.

@chadonka / Instagram

Chad Koczera pediu a namorada em casamento em Shelly Island

 

Ilha temporária?

A ilha foi-se formando pouco a pouco. “Estava a ver umas fotografias aéreas tiradas em fevereiro e era possível ver que a ilha estava mesmo ali, quase à superfície. Agora há vários metros de areia sobre o mar”, disse Hallac à rádio pública americana NPR.

O responsável pelo parque comentou que os visitantes lhe deram o nome Shelly Island, já que a ilha ainda não tinha sido “batizada”. Há várias embarcações naufragadas e ossos de baleias nas águas que a envolve, conta o historiador local Danny Couch.

No entanto, especialistas dizem que as margens dos bancos de areia ali estão constantemente em mudança.

O diretor do parque alertou os visitantes para que não tentassem nadar ou cruzar o canal para chegar até a ilha. A corrente forte pode arrastar rapidamente uma pessoa – além disso, foram vistos tubarões e raias na região.

É muito possível que Shelly Island cresça e se ligue ao continente. E é possível também que ela vá diminuindo até desaparecer por completo”, afirmou Hallac à NPR. “Sendo assim, sugiro que quem estiver perto, visite Cape Point o quanto antes para poder ver esta incrível formação”, recomendou.

// BBC

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here